Resumo dos orixás cultuados na Umbanda é só clicar sobre o nome do orixá para ver as informações

Oxala / Oyá / Oxum / Oxumaré / Oxóssi / Obá / Xangô / Egunitá / Ogum / Yansã / Obaluayê / Nanã / Yemanjá / Omulu

Omulú

Na Umbanda, Omolu é o orixá que tem o recurso de paralisar todo processo criativo ou gerativo que se desvirtuar, se degenerar, se desequilibrar, se emocionar e se negativar. Deus tanto gera como paralisa a criação que não mais atende aos seus desígnios, às suas vontades. Pai Omolu nos paralisa nos atos geradores desvirtuados, das idéias, doutrinas, projetos, desejos, faculdades sexuais, princípios, leis, etc. Os atributos de Omolu são telúricos, pois é através da essência telúrica que suas irradiações nos chegam, imantando-nos e despertando em nosso íntimo os virtuosos sentimentos de preservação de tudo que foi gerado pelo Divino Criador. É o guardião dos Mortos e da vida, pois paralisa todos que atentarem contra ela. É o Senhor das almas, pois, se a Lei ordenar, mantém os espíritos nos cemitérios após o desencarne. Ele guarda para Olorum os espíritos que fraquejaram e se entregaram aos vícios emocionais. Não pune nem castiga apenas conduz cada um ao seu devido lugar.

 

Trono Masculino da Geração - Omulu é o orixá que rege a morte, ou no instante da passagem do plano material para o plano espiritual ( desencarne ).

Omulu - Divindade de Umbanda, é o Trono Masculino da Geração, absorve a geração desequilibrada de forma ativa, paralisando o ser propenso a criar em desequilíbrio; cósmico, pune quem dá mau uso ou se aproveita dessa qualidade divina invertendo seu valor e levando a morte no lugar do nascimento da geração. Fator paralisador, ajuda a cessar ações negativas. Elemento terra que
estabiliza, presente nos cemitérios e no mar. Sua cor é o roxo ou as três juntas: branco, vermelho e preto. Orixá masculino que reina no cemitério junto com Obaluayê. Senhor da Morte. Na Umbanda é sincretizado com São Roque ou São Bento.
 

Oferenda: Omulu é oferendado com velas brancas vermelhas e pretas, água, coco ralado ou fatiado, vinho doce licoroso, mel, pipoca e um pouco de sal grosso dentro de um pires. Deve ser realizada no cemitério ou à beira-mar.

Água de Omulu para lavagem de cabeça ( amaci): Água de fonte com pétalas de crisântemo branco maceradas e curtidas por sete dias.

Saudação: Atotô Omulu!
Comemora-se no dia: 02 de novembro.
Cor: Roxo ou branco, vermelho e preto..
Elemento: Terra.
Pedra: Ônix preto.
Minério: Molibdenita.
Hora: 21 horas.

 

Oração evocatória de Omulu

Com as graças de Olorum, o senhor do altíssimo.
Peço que meu pai Omulu, trono todo poderoso da geração, vibre e irradie suas forças no meu corpo, na minha mente, na minha alma e no meu coração.
Que sempre me direcione no caminho reto da geração divina, e me proteja e oriente para que eu sempre saiba usar da melhor maneira a sua essência divina.
Hoje me apresento como seu fiel filho e me abro para os quatro cantos sagrados, para que vós entreis com toda sua força na minha morada e que eu aprenda e sustente sua potência maior por toda a minha vida terrena.
Ofereço-me para ser um veículo de sua irradiação sempre que julgais necessário.
Peço-te que com tua força paralisadora, estabilize minha vida em todos os sentidos.
Agora te ofereço esta pedra e esta guia que para todo o sempre será tua pedra e tua guia, que ficarão junto a mim com sua toda e poderosa essência telúrica.
Agradeço meu pai Omulu por me acolher no seu grandioso rebanho de filhos de fé e me cobrir com seu manto roxo sagrado.
Salve grande mistério dos mistérios!
Salve teu reino telúrico!
Salve grande trono da geração!
Salve raio de luz roxo divino!
Saravá Omulu !(Atotô Omulu!)

Omulu pode ser evocado para afastar todo tipo de espírito obsessor, encaminhamento aos caminhos certos, paralisar qualquer vicio, energia, pensamento ou sentimento, afastamento das más companhias.  Firme uma vela branca ou roxa, ou vemelha, preta e branca e faça uma prece ao nosso amado Pai Omulu.

 

Reza ao Pai Omulu

Amado pai, peço-te força, coragem, paz, amparo, saúde física  e espiritual e o luzir de meu espírito com a capacidade de amar e perdoar, livre-me da submissão aos espíritos viciosos, embusteiros e obsessivos. Que eu me sinta fortalecido e ungido das vossas graças, agora e durante toda minha passagem terrena. Que a maldade não tenha força e poder sobre mim e que qualquer ação levantada contra mim encontre vossa presença  e se quebre em choque com as obras de luz. Amém!